Disjuntores elétricos: custa pouco investir na segurança

Se você não soubesse nadar, pularia de uma embarcação em alto-mar sem colete salva-vidas ou, pelo menos, sem uma boia? É claro que não! Então, imagine que o mar é toda a fiação elétrica e equipamentos ligados a ela em sua casa ou empresa; e que o colete (ou boia) é um aparelho chamado disjuntor.

Ou seja, assim como provavelmente vai se afogar no mar sem algo para fazer você boiar, a instalação elétrica pode causar um risco iminente a você e ao seu patrimônio, se não tiver a proteção de um disjuntor.

Os disjuntores são pequenos aparelhos, instalados no quadro de força, que desempenham o papel de um sistema de segurança contra curto-circuito e sobrecargas elétricas.

Quando a intensidade da corrente elétrica, que percorre a fiação, exceder o limite da capacidade especificada pelo projeto, o disjuntor desarma, cortando imediatamente a passagem da mesma. Assim, evita-se corrente de curto-circuito e sobrecargas. Trata-se de uma proteção fundamental para evitar acidentes e, até mesmo, um princípio de um incêndio.

Vale explicar que o curto-circuito ocorre quando dois fios quaisquer da instalação elétrica entram em contato. Já a sobrecarga elétrica é, geralmente, causada pelo excesso de equipamentos e eletrodomésticos ligados a um mesmo circuito.

Qualidade é essencial

Portanto, qualquer instalação elétrica tem que ter disjuntores, independentemente se for em uma residência, comércio, empresa ou indústria. Mas, voltando ao exemplo do início deste texto, de que adiantaria um colete que afunda ou uma boia furada? A qualidade do disjuntor importa. E produto de alta qualidade não significa que seja mais caro.

Produto com qualidade e preço justo você encontra na Linha Eletromec, da Eaton. A Eletromec tem uma história de mais de duas décadas, período em que conquistou a confiança de todos com a linha de fusíveis para proteção de circuitos elétricos.

Desde que foi incorporada pela tradicional Eaton Corp., o portfólio de produtos com a marca Eletromec cresceu, mantendo a qualidade e melhorando ainda mais no quesito tecnologia, sempre dentro de padrões de excelência. Entre os produtos, vamos te falar exatamente sobre os disjuntores elétricos da Eletromec. São duas linhas: ELMD e ELCM.

Disjuntores em caixa moldada

A ELCM é a linha de disjuntores em caixa moldada. Foi desenvolvida com tecnologia avançada para atender as normas internacionais. Com design compacto e diferenciado, esses disjuntores, com 3 polos, contam com botão de teste e, na alavanca de acionamento, há a indicação de ligado (on) na cor vermelha e de desligado (off) em verde.

Os disjuntores ELCM protegem circuitos, de variadas aplicações, contra sobrecarga e curto-circuito. Importante salientar que ele tem função de isolamento, o que é um diferencial. Assim, protege e evita danos às instalações e dispositivos elétricos. São sete versões desse disjuntor em caixa moldada, de diversos tamanhos, para atender todas as necessidades incluindo no quesito do nível de corrente, desde 63A até 1.600A.

Minidisjuntores

Já a linha ELMD é formada por uma ampla gama de modelos de minidisjuntores, que variam de acordo com a corrente nominal (de 6A a 125A) e a quantidade de polos (de 1 a 4). Estes oferecem proteção contra curto-circuito e sobrecarga, além de ter também a função de isolamento. Na parte frontal, conta com janelas de indicação, quando o contato está aberto (cor verde) ou fechado (vermelho).

Apesar do seu tamanho reduzido, sua capacidade de interrupção de curto-circuito é grande. Além disso, os minidisjuntores contam com acessórios, seja para disparo a distância, seja para indicação de condição do disjuntor também a distância.

Eles também podem ser instalados em trilho DIN, utilizando-se o suporte para tal. Além de fácil instalação, permite a conexão de cabos de entrada e saída pela parte superior e inferior.

Segurança na manutenção

O disjuntor também é útil quando alguém for fazer uma manutenção qualquer na instalação elétrica ou equipamento ligado ao circuito correspondente como, por exemplo, o chuveiro elétrico. Para isso, basta desarmá-lo manualmente, colocando-o na função “desligado” ou “off”.

Com um investimento muito baixo é possível deixar o seu lar ou o seu negócio seguro contra possíveis acidentes, provenientes de defeitos na instalação elétrica. Não podemos fechar os olhos aos disjuntores.

TEMAS

ACOMPANHE A ELÉTRICA NEBLINA

Receba novidades e lançamentos por e-mail. Cadastre-se agora.
Fechar Menu